Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A Secretaria Extraordinária de Políticas para a Juventude desmentiu uma informação que circula na internet sobre inscrições para o Amapá Jovem. A mensagem teria sido copiada e transformada em uma outra para divulgação na rede. A brincadeira provocou o corre corre de pais e responsáveis de estudantes, em busca de ajuda para o cadastro dos menores.

A secretária Joelma Santos explicou que os editais do processo seletivo para o programa continuam sob consulta jurídica na Procuradoria Geral do Estado (PGE), e ainda não foram liberados para prosseguimento.

Ela disse que a informação disseminada é uma “meia verdade”. Segundo Joelma, parte da mensagem foi escrita por ela e enviada para os representantes dos municípios que são os responsáveis por selecionar os candidatos por meio de registro no CAD único.

“Eu acredito que manipularam a mensagem incluindo a data e horário do início e término da inscrição para o programa. A única coisa da mensagem que não procede é em relação a esses dois pontos”, falou a secretária.

Ela disse que não há previsão para o lançamento do programa, mas tudo depende do trabalho da procuradoria.

Compartilhamentos