Compartilhamentos

Uma briga no Pavilhão F4 do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) deixou um detento morto na tarde deste sábado, 8. Segundo agentes das guaritas, o detento que morreu tinha uma arma de fogo chegou a efetuar pelo menos cinco disparos no rival, que acabou levando a melhor no confronto com a ajuda de outros internos.

Bruno foi morto a estocadas pelos detentos rivais.

Bruno foi morto a estocadas pelos detentos rivais.

A confusão começou por volta das 15 horas. O detento identificado como Bruno Ianik teria tentado matar Aldenis Dias, o “Mula”, seu principal rival. Bruno estava armado com um revólver calibre 38 e chegou a atirar cinco vezes contra Mula.

Em seguida, Bruno foi desarmado pelos colegas de Mula e morto a estocadas. A guarda do presídio invadiu o pavilhão que estava cheio de visitantes. Todos os familiares precisaram ser retirados.

De acordo com informações de agentes que investigam o caso, a briga foi pelo comando dos pavilhões 2 e 3, e teria ligações com o PCC, facção paulista criminosa que age em quase todos os presídios do país.

Todos os detentos responsáveis pela morte foram identificados pelos agentes das guaritas. Este foi o primeiro assassinato ocorrido no Iapen este ano.

 

 

 

Compartilhamentos